Conversa de avião

– Eu só trabalho com a agenda positiva. Se o cara paga dez mil dólar pra matar um elefante, vamo criar.

O cavalheiro da poltrona ao lado tentou insistentemente me convencer de que barragem faz bem pro rio, de que quanto mais o homem interferir no ambiente será melhor pra saúde desse e de que é só pobre que polui. De quebra, desfiou um discurso de colonialista pra baixo sobre a África. Vinha a Brasília para pedir visto em embaixadas (não disse quais), em função de projeto empresarial de energia lá. Sai, azar.

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: