Aparecida

A menina vestida de branco,

coroa de flores e aguapés,

o urubu pousava,

ela afundava,

ele dava um pulinho cunhava as asas em guarda-chuva de novo pousava.

Saldo de um 12 de outubro

Mais um barco

Um redemoinho

E destino pra doze.

Seu João, o mais antigo pescador do Paraíba –

“Canarinho, Rolinha, pescador tem mania
de dar nome de passarinho pra canoa…” –

havia me contado, sem saber, o mais terrível dos poemas.

Ou sabia,
e eu, sem saber,

conto do poema,
anotei.


Tags: , , ,

Uma resposta to “Aparecida”

  1. leopoldino dos santos ferreira Says:

    Senhora, Aparecida, Nazaré, e outras similares

    A imagem dessa ´santa´ como outras similares no Brasil cumpre bem o papel da profecia que diz ´ Satanás se transforma em anjo luz´ ; a mais espetacular delas foi seu aparecimento em Fátima para três ingênuos pastorinhos. E aqui no Brasil não é muito diferente. Quero me referir a outra ´senhora´ padroeira dos católicos no Pará: a senhora de Nazaré . Esta é o resultado de um embuste feito por desavergonhados padres dessa nefasta igreja que tantos crimes têm praticado ao longo dos séculos. Trouxeram eles de Portugal uma imagem dessa ´santa´ e a colocaram no caminho de um ingênuo caboclo chamado Plácido que ao vê-la achou que era um milagre, daí, tendo se espalhado a notícia, não foi difícil consagrar o mito. Inventaram ainda mais que ela se transportava por si mesma para o local onde fora encontrada; parece que daí surgiu a Transladação que ocorre na véspera do Círio. Para este concorrem devotos do Estado e de muitas partes do país para, talvez, o maior evento de idolatria já visto aqui e alhures, superando ao de Aparecida, pois ano passado o número deles já chegara a 2 milhões.
    Recentemente alguém escreveu um artigo no jornal que afirma que na época que a trouxeram para o Pará havia sob o manto da imagem uma espécie de carta que dava detalhes da feitura da mesma em Portugal. Mas para o povo isso de nada desfaz o embuste, diante de tantos ´milagres´ que a imagem já tem feito, é claro, com a mão do maligno por trás de tudo isso. E o mais ridículo vem após o término do Círio, à porta da Catedral, na qual o Arcebispo levanta a imagem à vista da multidão, que a aplaude com histeria. Dizem eles que isso é ´veneração´, sem ver que a atitude e o ato é de culto e adoração. E o cinismo dos padres é coroado com a presença de autoridades locais, e convidadas, principalmente do Planalto, não faltando os políticos corruptos à imagem e semelhança dos Arruda, que querem se eleger e reeleger ad nauseam…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: