Traço raro

 

 

 

Traço nervoso ou sublime, ríspido ou elegante. Em sua mão, lápis e bico-de-pena viram fio de novelo, linha de pipa, arame, agulha, graveto, navalha.

maos-1.jpg

Na ponta ora brota o belo, ora o soturno, ora o terrível. Música, grito, silêncio. Luz e sombra. Arte que inquieta, que encanta.

Desenho extremamente literário. Não sei como os cadernos e as revistas de cultura ainda não o descobriram como ilustrador. As editoras, já. Mas os traços de Manu Maltez também têm força sem texto – são texto! – e caminham por conta própria.

Ele está na exposição “Caminhos da Arte: quatro jovens artistas”. Divide o espaço com a pintora Luciana Maas, o fotógrafo Frank Urben e o escultor Luiz Martins.

Repasso aqui as palavras do crítico Jacob Klintowitz, curador da mostra, sobre o trabalho de Manu:

“O seu desenho busca os assuntos essenciais da ambigüidade instinto e psiquismo, liberdade e repressão, movimento e morte. No tratamento desses assuntos o artista estabelece sutis relações entre a linha e o espaço vazio, o dentro e o fora, o percurso contínuo e o peso da massa.

De certa maneira, é possível encontrar conotações entre a linha melódica e a tessitura do seu desenho, capaz de criar expansões espaciais e motivos reiterados. O olhar procura, por vezes, estabelecer o verdadeiro contorno destes desenhos, de limites indefinidos justamente por não distinguir o que está dentro ou fora, o fundo e a forma.

A sua série reflexiva, auto-reflexiva, na verdade, de auto-retratos é exercício raro entre jovens. Manu tem este olhar voltado para dentro, introspectivo, observador de si mesmo. Nesta contínua pesquisa, seguidamente, o artista se encontra com o mito, pois a figura humana torna-se paradigmática. Manu, o olhar para dentro. O homem que se indaga.”

A exposição vai até 22 de fevereiro, no Espaço Cultural Citi.

A entrada é gratuita. Seguem as coordenadas:

Av. Paulista, 1.111, térreo. De segunda a sexta-feira, das 9h às 19h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 17h.

Acesso para pessoas com deficiência pela Alameda Santos, 1146.

 

 

Tags: , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: